quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Vida pra viver


Quem sou eu?
Pergunta difícil.
"Como é que a gente pode ser tanta coisa indefinível
Tanta coisa diferente
Sem saber que a beleza de tudo
É a certeza de nada
E que o talvez torne a vida um pouco mais atraente
E talvez, a chuva, o cinza,
O medo, a vida, sejam como eu
"Zeca Baleiro
Eu sou alguém que nunca sonhou em ter uma vida normal, mas que sempre sonhou em ter uma vida simples... é diferente. Eu não me contento com laços fracos nem com nós sufocantes. A vida sempre foi pouco pra mim... mas não é mais. Para se ter mais é preciso conhecer sobre valores, e fazer as escolhas certas. Eu descobri o que vale mais.
A vida é incrível, e eu decidi vivê-la... Tudo depende de seus objetivos, eles te levam a frente, mas não nos preenchemos com objetivos egoístas, conheça a si mesmo, mas olhe para fora de si... veja o mundo, veja os outros.
Sempre quis o melhor amor do mundo. O amor de todos os dias... o amor uma só carne, e o que parecia impossível aconteceu, né amor? Casei com o amor da minha vida. Somos um.
'É só eu sei quanto amor eu guardei sem saber que era só pra você.'

E o amor é o que dá sentido a vida... não apenas o amor a família, como o amor as pessoas, aos amigos, amor a vida.
Amar a vida é mais que amar alguém. É amar cada amanhecer, apesar de tantos e tantos pesares. É amar tudo e todos...
Que tal tentar acordar todos os dias pensando que é sua última chance? Acho que vou fazer isso. Vou sair daqui e viver... como se fosse meu último dia.
Boa vida pra vocês!

2 comentários:

Deolinda Gandra disse...

ola descubri você no blog Fibromialgia - A dor que não cessa! e vim dizer que o escreveu é igual ao que sinto se quiser falar tem aqui uma amiga. meu blog é. asasrtesdalinda.blogspot.com. beijos

Deolinda Gandra disse...

ola vim deixar um beijo e desejar uma boa semana