quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Para quem sempre me amou...



Houve dias em que pensei que tu não me amavas.
Houve épocas de revolta, tu bem sabes.
Houve épocas de tristeza, e tu me acompanhavas. Sempre partilhamos nossas dores todas, não é mesmo?

Discordamos não poucas vezes. E concordamos outras tantas. Lutamos juntas. E choramos as mesmas lágrimas.
Nos momentos de desespero temos uma a outra. Assim sempre foi e assim sempre será.
Muitas vezes não nos entendemos, mas não dependemos de compreensão para estarmos juntas na vida.

Amo-te hoje, não digo ainda mais porque não sei quantificar o amor. Mas amo-te melhor, amor mais maduro.
 Sem as velhas revoltas, sem os olhos pintados de preto. Sem as discussões. Sem a tola ideia de que era tu que me privavas de uma certa liberdade.
Hoje entendo melhor tuas dores. Depois de crescer a gente percebe que nem tudo é questão de escolha.
Quanto eu quis e tentei sempre te orgulhar!  Sempre achei que tinha que ser a melhor pra você. Mas acho que não fui no caminho certo, ser melhor em quê? É preciso saber antes de sair tentando qualquer coisa por aí.
Lembro-me de nossas músicas todas. Daqueles dias em que pegávamos os CD's e ficávamos ouvindo e lendo as letras. E quando gostávamos? Era a seguinte briga:
- Essa música é minha!
- Que sua o quê? É minha!
- Tá, vai, é NOSSA.

Lembro de brincarmos. E tu me ensinavas as coisas com tanto afinco que eu era a mais precoce das crianças.
Lembro de dormir um pouquinho contigo a cada manhã. Do beijo de boa noite, TODAS as noites. Dos abraços. Dos cuidados. Incentivo para ir mais longe.

Um dia você pensou que eu te abandonei. Não foi isso. É que eu me tranquei dentro de mim e o amor também tava trancado lá dentro, não dava pra tirar, não dava pra mostrar. Eu me fechei e não soube como me abrir de novo por muito tempo.

Desculpe ter te feito sofrer. Mas nós nunca tivemos escolha, sempre fomos assim, uma sentindo o que a outra sente.  Só espero que minha alegria também possa ser partilhada.

Hoje sei que sempre serei uma parte tua.
E tu sempre serás minha amiga, a melhor.

Orgulho-me muito, muitíssimo, que sejas minha MÃE... e minha eterna amiga.

Nenhum comentário: