sábado, 12 de janeiro de 2008

All you need is love...

Amor assim... tranqüilo, expontâneo, leve, divertido. Será que existe? Mas é claro que existe, porque depende de nós, se nós lutamos por um amor assim.
Intenso, tão intenso que um quer ser o outro, estar no outro, amá-lo, tê-lo e ser completamente dele. Amor assim, de passar uma noite inteira acordados conversando e não querer parar porque se quer conhecer tudo do outro. Quanto mais se conhece, mais se ama, porque se ama em detalhes.
Falar sobre tudo, e nunca perder a vontade de conversar porque cada dia descobre-se algo novo, algo novo sobre si, sobre o mundo, sobre Deus, sobre música ou até sabores e cores.
Amar é amar cada dia mais, sabendo que ambos estão em constante evolução, sendo cada dia ainda melhores que ontem.
Amar é poder ficar quietinhos, abraçados, só sentindo aquele calor gostoso que sai do corpo do outro pra te aquecer. Andar de mãos dadas. Ter aquele sorriso bobo no canto da boca que não sái por nada. Querer se esconder nos braços dele nos dias tristes.
Amar assim... sem limites com uma total entrega de mente e emoção. Sem medo de entregar-se porque você tem a certeza de que é pra sempre... é o amor da sua vida.
Um amor que engloba tudo: razão, emoção espiritualidade e corpo.
Um amor assim que completa. É chorar de alegria. É dormir pra encurtar o dia e chegar logo a hora de vê-lo. É arrumar-se do jeito que ele gosta só pra vê-lo sorrir diferente ao te olhar.
Ouvir música e sentir a essência dela. Conseguir sentir a essência do amor dentro do outro.
Ver tudo em verdade, ser real. Ter a beleza do cotidiano, sentir aquela maciez que fica lá dentro da complexidade do banal. Do beijo de despedidda, do abraço apertado, das mãos que se encontram. Saber compartilhar a vida, as conquistas, o amor desenvolvido, lapidar as qualidades, ter os frutos do espírito.
Amar é se esticar pra ficar o mais alto que você pode ser.
Amar é ser mais, é ser maior, é ter tudo... é entender, sentir e viver em verdade o que é a verdadeira felicidade.
Um bom amor a todos... aos que já possuem, e aos que ainda encontrarão
(PFG)

10 comentários:

Corvito disse...

Espero ainda encontrar o meu, rsrsrs.

Belo texto! Gostei mesmo!

Tudo de bom pra vc e pro teu blog!



http://www.losfanfaroes.blogspot.com

Maiara Mascarenhas disse...

O amor é bonito porque amar é difícil. Hey, quem é PFG?

Meerstempel Badist disse...

Amor é um estar-se preso por vontade.

lindas palavras, e bom amor para você também.

C. disse...

Oi ;)
...espero que esse tipo de amor que descreveu tão bem o texto realmente exista!
Parabéns pelas belas palavras sendo tuas ou não, elas tem sentimento real.
Parabéns pelo blog tbém, gostei muito.

Rafael disse...

vejo q vc entendeu o poema.
ok
obrigado pela visita

Juliana ♥ disse...

Adorei seu blog! A frase de "O Pequeno Príncipe". Esse texto maravilhoso sobre o amor, em que eu me identifiquei muito! Gostei mesmo. Voltarei aqui sempre.

Beijos.

Rafael disse...

Entendeu sim, não ironizei.
qual a sua idade?

Rafael disse...

Só hoje me atentei para ler seu texto. E diga-se de passagem eu amei cada palavra escrita, talvez o que mais me chamou atenção não foi o tema, mas sim as ordens das palavras.
Menina tu escreve bem.

Parabéns.

C. disse...

;D
sobre as palavras serem suas eu te parabenizo , você escreve beem de mais.
e que bom que você acredita no que escreve, como eu falei no comentário anterior tem sentimentos no jeito que vc emprega as palavras!

No meu caso pro poema "sem saber o rumo que vamos tomar" é muito por causa da minha inconstancia!
mas adorei a sua interpretação ;D
beeeijo até ;D

Princess Belle disse...

Adorei o texto
e vejo que você também é romantica a esperançosa.

E concerteza esse amor existe
e é muito bom vive-lo!!

beijos